Beleza & Cabelos

Mitos e verdades sobre a famosa Chapinha


Todo mundo alguma vez se perguntou se chapinha nos cabelos resseca , e se pode passar nos cabelos molhados? essas e outras dúvidas agora tem respostas nesse post selecionei a maioria das dúvidas sobre a nossa maior aliada na hora de ter cabelos extra lisos e com um lindo brilho.
1. A chapinha faz mal ao cabelo?
Não, desde que você use o produto certo, para proteger os fios do calor, e não exagere na temperatura do aparelho (no máximo 190 graus).
2. Que produto usar antes da chapinha?
Um leave-in termoativado, com silicone ou queratina.

  1. E após a chapinha?
    Use hidratantes feitos à base de óleo, para repor a água perdida.

4. O que prejudica mais: a chapinha ou o secador?
A chapinha. Ela leva o calor diretamente aos fios. Por isso, deve ser usada com cuidado.
5. Quais são os danos causados pela chapinha?
Os fios podem ficar ressecados e, em casos extremos, quebrados e até mesmo queimados.

  1. Quantos dias por semana pode usar a chapinha?
    Da maneira certa, todo dia.
  2. Pode-se usar a prancha no cabelo molhado?
    Não, porque para secar o cabelo inteiro é necessário pranchar os fios muitas vezes. Assim, seus fios poderão “cozinhar”. Faça escova antes da chapinha.

  3. O aparelhoda chapinha pode encostar no couro cabeludo?
    Não. Mantenha distância de, no mínimo, 3 centímetros, para evitar queimaduras.

  4. Faz mal usar no cabelo de crianças?
    Sim. Nunca aplique químicas ou aparelhos agressivos ao cabelo em pessoas com menos de 14 anos de idade.

  5. Quem tem cabelo fino pode usar a chapinha sem problema?
    Pode, mas é preciso usar o aparelho em temperatura mais baixa (150 graus).

  6. E quem tem cabelo tingido pode usar sempre a chapinha?
    Sim. Mas não exagere na temperatura (use até 140 graus), para não desbotar.

  7. Por que os fios grossos ficam espigados com aspecto feio?
    Esse tipo de cabelo contém muita queratina. Em contato com o excesso de calor, o fio acaba ficando duro e sem movimento.

  8. Dá para evitar esse problema?
    Sim. Aplique um produto termoativado à base de silicone. Ele forma uma película protetora e, por isso, deixa os fios maleáveis e mais brilhantes.

14. Qual a  real vantagem da chapinha de cerâmica?
Ela mantém a temperatura estável. Por isso, não é necessário passar a prancha muitas vezes no mesmo lugar.
15. E a de íons ajudam mesmo em algo?
Ela acaba com o arrepiado, fecha as cutículas e deixa o cabelo mais brilhante e macio.

  1. A chapinha de metal (sem termostato, botão que regula o calor) oferece riscos ao cabelo?
    Sim. Como esse modelo atinge temperaturas altíssimas, é preciso desligá-lo da tomada, de tempos em tempos, para que ele não torre o cabelo.
  2. Qual a diferença entre a chapinha larga e a estreita?
    A estreita é para cabelos médios ou curtos. Já a larga é perfeita para os fios longos.

  3. Como perceber que a chapinha está danificando o cabelo?
    Ele fica áspero, ressecado e com pontas duplas. Se o calor for exagerado, dá para sentir um cheiro de cabelo queimado no momento da agressão.

19. É possível recuperá-lo?
Sim, com hidratações semanais. Diminuir o uso de secador e de chapinha ajuda.

  1. Quantas vezes cada mecha pode ser chapada?
    No máximo três vezes.

21. Qual é o truque para que o cabelo fique sem marcas?
Comece sempre pela raiz, segurando a prancha a 90 graus. Quando estiver na metade do comprimento, abaixe a mão, acompanhando o formato da cabeça. Pressione bem e puxe até as pontas. Faça um movimento contínuo, sem interrupção, do começo ao fim da mecha.

  1. Quem faz chapinha três vezes por semana precisa fazer tratamento?
    Sim, precisa de uma hidratação a cada 15 dias.
  2. Por onde se começa a pranchar?
    Por trás, dos fios da nuca em direção aos do topo.

24. Como alisar a franja?
Passe a chapinha da raiz em direção ao nariz, sem quebrar o pulso, para ficar sem topete.

  1. Qual é o segredo para que a ponta não fique espigada?
    Quando estiver chegando perto do fim da mecha, vire o aparelho para fora ou para dentro, deixando a ponta modelada e natural.
Com mais de 15 anos de experiência na arte de embelezar e transformar pessoas, eu, Adriane, tenho orgulho da minha trajetória profissional como cabeleireira, maquiadora e hair stylist. Tudo começou com uma paixão profunda e um olhar aguçado para a beleza,…

Postagens Relacionadas

1 of 91