Trabalhar em casa faz bem?

Isso vai depender da atitude de quem vira um home officer, o profissional que transfere o escritório para o próprio lar
Mais do que uma tendência, essa é uma realidade. Com as facilidades proporcionadas pela internet e pela telefonia móvel, empresas e trabalhadores descobriram no chamado home office uma solução atraente. Afinal, é uma forma de reduzir custos, em princípio, favorecer a qualidade de vida do funcionário ou do prestador de serviço que transfere o escritório para o próprio lar. Mas como fica a saúde (e o desempenho) desse indivíduo que deixa o dia-a-dia corporativo para recriar em sua residência um novo ambiente profissional?


Tome muitos cuidados ate mesmo para não ter problemas de insônia e misturar os espaços,seria excelente separar bem ou fazer um cantinho escritório em sua casa separando de alguma forma e descaracterizando o ambiente de algum jeito e nunca abusar nos horários somente porque esta em casa assim fica mais fácil dar atenção a família e limites do seu organismo mantendo assim uma vida saudável e adequada.

10 dicas para trabalhar em casa com sucesso

1.    Adapte seus horários de trabalho aos demais horários da sua vida doméstica, buscando eficiência e redução do stress.
2.    Identifique o período do dia em que você é mais produtivo, e certifique-se de alocá-lo para as tarefas mais essenciais.
3.    Registre aquelas atividades que você gosta de fazer quando começa a procrastinar, e passe a definir um momento certo para pausas que permitam realizá-las – em horários definidos, ou após cumprir determinadas metas ou alcançar marcos.
4.    Defina indicadores, marcos e metas realistas, e acompanhe-os todos os dias, para certificar que estejam sendo cunpridos, e eventualmente programar compensações. Hemingway escrevia apenas 300 a 700 palavras por dia, e isto não o impediu de escrever alguns dos maiores romances da literatura do século XX. Defina a sua própria marcha que permita chegar onde você quer, e certifique-se de cumpri-la.
5.    Descubra o que é necessário para sinalizar a todas as esferas da sua mente que você está em “modo de trabalho” – para algumas pessoas basta vestir-se com a roupa que usariam para ir ao escritório, ou sentar-se em uma determinada escrivaninha. Para outras, verdadeiros rituais (envolvendo café, ouvir determinados programas de TV, dar uma volta na quadra, etc.) são necessários.
6.    Tenha um ambiente exclusivo para o seu trabalho em casa, com todos os recursos necessários, isolamento e silêncio. Leia nosso artigo anterior: 7 dicas para o escritório doméstico ideal – das cadeiras ao cartão de visitas!
7.    Tenha secretária eletrônica, ou no mínimo um identificador de chamadas, para não permitir que os telefonemas “da casa” interfiram com seu trabalho mais do que o razoável. Leia nosso artigo anterior: Trabalhar em casa? Veja a solução para 6 problemas comuns no escritório doméstico
8.    Em um escritório doméstico, alguns dos eventos que sinalizam claramente a passagem das horas do dia em uma empresa não ocorrem. Se você notar que seu dia às vezes passa voando sem você perceber, procure um relógio que sinalize as horas, ou algum outro tipo de alerta de passagem de tempo.
9.    Saiba quando fazer uma pausa: esta dica não vale apenas para quem trabalha em casa. Quando as idéias não fluem, às vezes é melhor parar e ir fazer outra coisa – talvez lavar um pouco de roupa, ou ir à padaria tomar um café – para dar tempo para seu subconsciente trabalhar.
10.    Se você for seu próprio patrão, programe dias ou períodos para cuidar das necessidades domésticas. Se você definir que as tardes de quarta-feira serão dedicadas às compras no supermercado, idas à lavanderia, etc., não irá marcar compromissos de trabalho para estas datas, terá menos motivo para pausas não previstas nos demais dias da semana, e irá tirar proveito real de estar trabalhando em casa.

4 Comentários

Deixe seu comentario aqui: