Óleos essenciais e o poder de tratar os Cabelos

Até a pouco tempo quando se falava em óleo para tratar os cabelos muita gente fazia cara feia e tinha aquela sensação de um tratamento que não dava muito certo além de deixar as madeixas ensebadas e pesadas. Mas com o passar dos anos os óleos voltaram a fazer a cabeça de mulheres no mundo todo quando o assunto é tratamento capilar.

Hoje os óleos capilares estão em qualquer farmácia ou loja de cosméticos, disponíveis em fórmula pura, misturados a óleos minerais ou adicionados a outros produtos, como máscaras de hidratação ou condicionador. Mas você sabe exatamente o que são os óleos essenciais?

Como o próprio nome já diz, eles são compostos pelas essências de uma estrutura orgânica, qualquer parte de uma planta. Pode ser das folhas, do fruto ou até de uma semente. E mais: eles podem ser usados não só nos cabelos, mas na pele, na alimentação, em banhos e até na aromaterapia.

Os produtos que misturam o óleo essencial com óleos minerais ou outros produtos inorgânicos, como máscaras capilares, também trazem benefícios, mas eles podem não ser tão eficazes quanto os óleos em sua versão pura. As melhores opções de óleos essenciais para o tratamento dos cabelos são os óleos de argan, rosa mosqueta, coco, abacate, jojoba, rícino e muitos outros. Mas apesar da variedade, todos têm o mesmo benefício em comum: uma poderosa capacidade de hidratação do fio capilar.

Mas para tirar proveito dos óleos essenciais é importante usar do jeito certo. A quantidade de produto usada depende, por exemplo, do seu tipo de cabelo: cabelos crespos, encaracolados, secos, ressecados e mistos podem receber o produto diariamente, mas quem tem cabelo oleoso deve fazer uso de uma a duas vezes por semana. Se você costuma fazer procedimentos químicos, como escova progressiva e coloração, também vale usar diariamente. Mas atenção: aplicar o produto uma vez por dia, entre duas e três gotas, já é o suficiente. Passar mais que isso vai deixar o cabelo com aspecto pesado e oleoso.

Dicas para tirar proveito do óleo essencial na hidratação dos cabelos :

Vale pingar algumas gotas do óleo essencial no creme com que você costuma fazer hidratação e até mesmo no condicionador.A quantidade depende do tamanho do pote de creme e do comprimento e tipo do seu cabelo – cabelos curtos e potes pequenos pedem menor quantidade, enquanto cabelos crespos podem receber algumas gotinhas a mais. Em média, coloque entre duas e cinco gotas no seu produto.

O óleo essencial vai abaixar o frizz nos dias mais chuvosos e ainda dar brilho aos cabelos. O óleo de argan, por exemplo, tem na sua composição 80% de gorduras insaturadas. Isso faz dele um ótimo lubrificante e emoliente. A recomendação  é passar o produto no cabelo seco (sempre evitando a raiz), já que a água dos fios molhados vai dissolver o produto e diminuir a eficiência.

 

 

 

fonte :minha vida

 

 

1 Comentário

Deixe seu comentario aqui: