O que é a técnica FUE de Transplante Capilar

transplante-capilar

 

O post de hoje é exclusivamente para os meninos que acompanham o blog e estão perdendo os seus fios , e desejam ter novamente os seus cabelos como antes. Afinal a calvíce incomoda a muitos homens principalmente quando ela aparece na adolescência ou antes dos 30 anos. A pergunta que muitos se fazer é o que causa a calvíce? A causa mais comum é a hereditária, e os homens são os mais afetados. Embora existam várias causas para a queda de cabelo, cerca de 90% do total de perda capilar é ocasionada pela alopecia androgenética, quando acontece uma maior sensibilidade à ação hormonal da diidrotestosterona, o que faz com que os cabelos afinem, caiam mais rápido e não voltem mais.

Atualmente existem vários tratamentos para evitar ou retardar a calvíce, mas se de nada está adiantando depois das visitas ao dermatologista e os tratamentos sugeridos pelo médico. o transplante capilar é sem dúvida a melhor solução para recupear os cabelos. Existem vários tipos de transplantes capilares e um dos que tem dado bons resultados com estética bastante natural é a técnica FUE.  O procedimento é realizado com anestesia local e a duração do transplante fica em torno de sete a nove horas.Trata-se de uma cirurgia com baixo risco de complicações.

A extração das unidades foliculares é feita com uma microlamina circular que extrai as unidades foliculares individualmente da área doadora.  A técnica FUE de transplante capilar geralmente não deixa cicatrizes visíveis a olho nu, permitindo que o paciente mantenha o corte do seu cabelo, do tamanho que preferir. Pelo fato de cada unidade ser retirada individualmente, o FUE é um procedimento longo no qual uma quantidade menor de unidades foliculares é transplantada por procedimento, em média 2.500 fios de cabelo. O FUE é uma técnica que a cada dia consolida seu espaço nas principais clínicas do mundo.

Após a anestesia local, é realizada a retirada da área doadora nas regiões posterior ou occipital. Essa “faixa” de cabelo é manuseada por uma equipe que a divide em “fatias” cada vez menores em microscópicos, enquanto a sutura da parte posterior é realizada. Em seguida, o paciente é virado para que se inicie a etapa da colocação dos fios nas áreas calvas ou de menor densidade. As unidades foliculares são colocadas uma a uma, seguindo a direção e angulação naturais como nas áreas que não apresentam calvície. A recuperação é  rápida, permitindo que o paciente volte às suas atividades habituais em poucos dias.

 

Deixe seu comentario aqui: