Exoplastia – Alisamento Capilar sem Formol

Se você não abre mão do alisamento capilar e já testou de tudo para ter os cabelos lisos do sonho, e algumas vezes correu até o risco de por a saúde em jogo. Vai gostar de conhecer a Exoplastia que na verdade é um tratamento isento de formol que além de alisar as madeixas não provoca nenhum mal a saúde.

O tratamento, tem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e está sendo usado desde o início do ano em alguns salões de beleza, inclusive os frequentados por celebridades, foi desenvolvido pelo cirurgião plástico Ricardo Kacowicz, de Barueri (SP), em parceria com o seu pai, José Kacowicz, que durante mais de 20 anos desenvolveu cosméticos para a pele. “Foi ele quem tem teve ideia de reduzir ao máximo o tamanho da molécula de colágeno e carregá-la com íons positivos antes de aplicar na fibra capilar”, conta o médico.

Assim nasceu o exovitin, um ativo que promete penetrar nas escamas do fio e se ligar às proteínas naturais do cabelo modificando seu formato. “Antes dele testamos várias substâncias, mas os efeitos não eram satisfatórios. Já com o exovitin percebemos que o resultado é cumulativo, ou seja, a cada aplicação o cabelo fica mais liso”, diz Ricardo Kacowicz.

Com a Exoplastia o fio fica liso, macio e saudável. No entanto, como o poder de alisamento da técnica não é tão forte, quem tem o cabelo cacheado ou crespo não vai ter resultado desejado na primeira aplicação, que pode ser repetida a cada dois ou quatro meses. Outra desvantagem da Exoplastia é o pH ácido, que interfere na pigmentação do cabelo. Daí a recomendação de fazer primeiro o alisamento e, depois, a tintura.

O tratamento deixa os fios lisos e com movimento, a exoplastia não libera fumaça na hora da escovação e não tem cheiro desagradável. Boa parte da aplicação da exoplastia é feita no lavatório: após a lavagem da cabeça, o alisante à base de colágeno é aplicado mecha a mecha, seguido de uma massagem. Após meia hora o cabelo é lavado e a cliente vai para a cadeira. Lá, a umidade é retirada com a ajuda do secador e só depois o cabeleireiro faz a escova e, por último, passa a chapinha 12 vezes em cada mecha.

Segundo o fabricante, a exoplastia é indicada para todos os tipos de cabelo, exceto os muito danificados. Nesse caso é recomendável fazer uma reconstrução capilar antes para reestabelecer as ligações proteicas do fio. O preço da técnica varia de R$ 300 a R$ 900, dependendo do tamanho do cabelo e do salão.

 

Deixe seu comentario aqui: