Estranha beleza

Árvore com flores que exalam mau cheiro intriga cariocas

Alta e com uma copa bem formada, a árvore de nome científico Sterculia foetida tem grande valor ornamental. Mas a beleza que encanta os cariocas durante a maior parte do ano vira um incômodo do fim de julho ao início de outubro. Neste período, a espécie fica coberta de pequenas flores vermelhas, que exalam um cheiro muito forte.

O botânico Bruno Rezende explica o fenômeno. “O forte odor atrai moscas, que têm a função de carregar o pólen de uma árvore para outra, fazendo o cruzamento da espécie e a formação das sementes.”

A árvore pertence à família Sterculiaceae, originária da Ásia e encontrada em regiões tropicais do mundo. No passado já foi usada para urbanizar áreas residenciais, mas o cheiro forte durante a floração gerou reclamações.

“Atualmente não fazemos o plantio de Sterculia foetida em áreas residenciais, para evitar pedidos de remoção. Como toda espécie, ela tem vantagens e desvantagens. A questão do cheiro neste curto período do ano é até uma forma de educação ambiental, chamando a atenção das pessoas para este interessante mecanismo da natureza”, diz Celso Junius, diretor da Fundação Parques e Jardins.

Para o botânico Bruno Rezende, a beleza está na diversidade. “Até o fato de ela ter se especializado em atrair as moscas é uma inteligência grande da natureza porque evita a competição com milhares de outras espécies que atraem as abelhas, já tão ocupadas com tantas árvores.”

Deixe seu comentario aqui: