Como Combater a Caspa

Basta o inverno chegar para as caspas começarem a aparecer em muitos homens e mulheres, tudo porque o frio agrava a situação de quem já sofre com as caspas. Para acabar com a coceira e a descamação existem algumas dicas infalíveis que resolvem com esse incomodo.

A dermatite seborreica, nome científico da caspa, é um processo inflamatório que provoca a descamação do couro cabeludo, vermelhidão e coceira . A camada superior da pele, como em todo o corpo, é formada por células mortas, que gradualmente se descamam e são substituídas. Quando ocorre a inflamação, esse ritmo é acelerado.

Confira abaixo quais são os vilões que provocam o aparecimento da caspa

· Estresse e desequilíbrio hormonal: eles aumentam a atividade das glândulas sebáceas, deixando o organismo mais vulnerável à inflamação e, consequentemente, à descamação.

· Hereditariedade: se seus pais têm caspa, redobre os cuidados. Pois nesse caso você terá grande chance de desenvolver o problema.

· Fungo: Malassezia é o fungo que provoca o aparecimento da caspa.

· Excesso de oleosidade: na maioria das vezes aparece devido as disfunções nas glândulas sebáceas. É o que chamamos popularmente de sebo.

· O inverno: Durante essa época com o aparecimento das baixas temperaturas o couro cabeludo fica menos hidratado por falta de suor. Isso costuma aumentar a descamação. Outro vilão é a má higiene: o couro cabeludo precisa estar sempre limpo.

Dicas para cuidar do couro cabeludo e combater a caspa

–  Evite situações extressantes. Procure relaxar diariamente, fazendo alguma coisa divertida para evitar inflamações.

-. Lave frequentemente o cabelo. Isso remove a oleosidade excessiva. O excesso de gordura favorece o desenvolvimento de fungos e o aparecimento da descamação. Caso sinta necessidade lave o cabelo diariamente.

–  Durante a lavagem, massageie o couro cabeludo com a ponta dos dedos. Evite usar as unhas, que agridem a pele.

–  Outra dica é lavar as madeixas com água morna ou fria, porque a alta temperatura estimula o ressecamento da região.

Use xampus anticaspa,faça isso uma ou duas vezes por semana. Existem xampus à base de enxofre, ácido salicílico, piritionato de zinco, cetoconazol, ciclopirox olamina e sulfacetamida sódica. O uso de condicionador é liberado. Mas evite que o produto entre em contato com o couro cabeludo, para que a oleosidade na região seja controlada.

Faça uma dieta alimentar saudável. Reduza o consumo de gorduras e carboidratos refinados, que podem agravar o mal.

Deixe seu comentario aqui: