Autor de A Favorita viaja na maionese e subestima seus telespectadores

Depois de tanto sofrimento de Donatela em provar sua inocência de não ter cometido os crimes de que foi acusada pela vilã Flora .
Ela ter encontrado a chave de sua inocência do crime da morte e colocando assim a verdadeira vilã no caso a Flora como a real culpada da morte de Dr. Salvatore através do tal misterioso DVD que Dodi gravou. O Autor da novela João Emanuel Carneiro resolveu subestimar a inteligência dos telespectadores , fazendo a proeza de que Donatela após achar o DVD a sua única chance de se mostrar inocente não ter feito se quer uma copia da prova ,sendo que hoje em qualquer canto temos lojas que tiram copias de dvd  por um preço baratissimo ,Será que Donatela não teria 5 reais pra fazer uma copia  do DVD? Pra provar sua inocência ,Ela foi tão inocente de ter dado o DVD sem ter feito uma cópia antes não acham ? enfim novela ,novela ok .
Mas até em escrever uma novela devemos respeitar os telespectadores do outro lado da tela pois o que o autor quis deixar bem claro nesse ato pra mim foi um atestado de ;”embrulha e manda,pra quem é esta bom demais!“.

Pois ninguém em sã consciência que tem a única chance de se mostrar inocente joga fora ou entrega de mão beijada a prova de sua liberdade .

Alowwwwwwww!!! menos, menos João Emanuel Carneiro depois não reclama da queda de audiência…

8 Comentários

  • A NOVELA FAVORITA, E DO MAU.
    NAO HA UMA FAMILIA CONVENCIONAL, NORMAL, TODOS , PAI QUER MATAR FILHA, FILHA QUER MATAR PAI,TRATA-SE DE UMA NOVELA ILUMINATI.

    INCENTIVA A DESTRUICAO DA FAMILIA, PROCUREM NO GOOGLE, EMPRSA-FAMILIA, E LEIAM O TEXTO…
    FUJAM DISSO.

  • Á MUITO NAO ASSISTIA A UMA NOVELA TÃO BOA…Mas estou um pouco chateado!Ta certo que novelas precisam de fatos para serem seguradas a ate o final com um suspense cada vez maior.Mas acredito que o publico mereça uma alegria de vez em quando…e isso nao acontece em a favorita;ficamos a mercê de uns bandidos mal carater que so se dão bem, e acredito que no final mas precisamente no ultimo capitulo…os bandidos menores se dão muito mal e a bandida maior, ou morre ou fica louca..HA NÃO ,Não merecemos isso,… queriamos uma Flora sofrendo, apanhando uma grande surra da mocinha Donatela, mas uma surra de verdade(Lembram de celebridade)pois é lavamos nosso peito quando Maria Clara arrebentou com a cara da bandida Laura.]
    Deveria acontecer, mas ou menos iso com Flora, alem logico de ser Presa, apanhar na cadeia, apanhar,sofrer muito, depois 18 ou sei la quantos anos depois ela sairia e em sua saida, fosse pega por bandidos como refem de algo, sei la, em uma loja haveria um assalto e nessa hora ela era pega de refem e sofreria mais e muito mais..e depois ai sim depois de sofrer muito e muito…morreria esfaqueada em praca publica pedindo socorro e ninguem pra lhe ajudar…mas isso depois dela sofrer bastante.

    Porque chega das maldades dela. e alem de tudo os textos dela e como se fosse a dona da verdade..achei o cumulo ela falar na cara do Halley,que acabou com a vida do pai, da mae dele e que agora acabaria com a dele…ora, naquele momento era pra o Haley da uma bofetada na cara dela,,,acredito que nada impediria dele fazer aquilo..fiquei de saco cheio de ver so ela se dar bem, poxa somos seres humanos de verdade.queremos ver ela se arrebentar e se dar mal, nao so no final…ela bate na cara de todos na maior e ninguem nunca faz nada…Nao queremos isso…por favor Senhor autor…nos der uma alegria de ve-la sofrer…mas sofrer muito.
    O LÉO SO FAZ MALDADE E NUNCA ACONTECE NADA…POXXA
    ADORO A NOVELA MAS ULTIMAMENTE TO COM ODIO DA FORMA COMO ESTA CHEGANDO AO FINAL…
    POR FAVOR PEÇO, NAO DEIXE A FLORA LOUCA OU MORRER COMO TODAS AS OUTRAS NOVELAS FAZEM COM SEUS BANDIDOS, QUEREMOS QUE ELA SOFRA.
    Tudo que ela faz da certo nunca da errado. poxa senhor autor, esse negocio de achar que as liçoes de moral, os bons ensinamentos caem como uma luva,como exemplo ao publico..isso nao … queremos ver o bandido sofrer, apanhar fisicamnente de verdade.ok

    Obrigado, conto com sua atençao

  • Senhor autor, sinceramente sou obrigado a descordar que o senhor subestimou a inteligência dos telespectadores de “A Favorita”. Fiquei pasma com a “inocência” excessiva da Donatela em entregar o DVD sem fazer uma única cópia. Para dizer a verdade há muito venho perdendo o interesse em assitir a essa novela. Tudo é muito excessivo…Os personagens são “emburrecidos” de uma hora para outra. A preocupação em fazer com que as cenas de maldade prevaleçam, tem feito com que a lógica caia por terra. Como é por exemplo que no dia em que a personagem de Juliana Paes foi falar, no galpão, com a única testemunha que podia inocentar Donatela, um capanga de Dodi já estava à espreita? Uma testemunha que até então não tinha sido nem lembrada. Por acaso o Dodi e os capangas são onipresentes???? As maldades sempre são coroadas de êxito absoluto, como se os imprevistos não existissem, tudo se encaixa milimetricamente. Francamente, estou bem frustrada com o andamento da trama. É ficção exagerada até mesmo para uma novela.e tem muita coisa errada nesta sua novela .a maudita flora faz o que bem quer com todos e nada acontece com ela por que ?sr autor??? agora vai matar mais na sua novelinha besterol,ja tem gente rezando pra essa droga terminar logo… com tanta asscinato na sua novela. ….sem prestesto e razao.. xau .jorge tavares…..

  • Sr.autor venho por meio desta oportunidade para dizer que, estou muito frustada com o andamento desta novela. A Donatela se ospedou naquele sitio e se esqueceu que há outras maneiras dela se vingar da Flora. Por exemplo: se encontrando com o repórter e contando a ele a verdade. Sei q final de novela tudo dar certo, mas poderia não ser só no ultimo capitulo. Afinal com tanta coisa ruim acontecendo na vida real q merecemos assistir cenas boas, têm muito exagero, pega leve, não substime a inteligência dos telespectadores. Porque tanta maldade ?
    Principalmente a Flora com seu pai, esperamos que ao menos tenha-mos um final supreendente.

  • Senhor autor, sinceramente sou obrigada a concordar que o senhor subestimou a inteligência dos telespectadores de “A Favorita”. Fiquei pasma com a “inocência” excessiva da Donatela em entregar o DVD sem fazer uma única cópia. Para dizer a verdade há muito venho perdendo o interesse em assitir a essa novela. Tudo é muito excessivo…Os personagens são “emburrecidos” de uma hora para outra. A preocupação em fazer com que as cenas de maldade prevaleçam, tem feito com que a lógica caia por terra. Como é por exemplo que no dia em que a personagem de Juliana Paes foi falar, no galpão, com a única testemunha que podia inocentar Donatela, um capanga de Dodi já estava à espreita? Uma testemunha que até então não tinha sido nem lembrada. Por acaso o Dodi e os capangas são onipresentes???? As maldades sempre são coroadas de êxito absoluto, como se os imprevistos não existissem, tudo se encaixa milimetricamente. Francamente, estou bem frustrada com o andamento da trama. É ficção exagerada até mesmo para uma novela.

  • Verdade Jony esta uma palhaçada essa novela e olha que eu estava adorando ate fazendo vista grossa em um e outra maluquice sem nexo do autor mas essa ultima agora foi demais da conta affff
    obrigada por comentar volte sempre !

  • Concordo contigo. É um disparate uma emissora aceitar colocar no ar uma coisa que é tão óbvia como preservar uma prova de inicência. Tanto o autor como a emissora estão “duvidando da inteligência” do telespectador. Já tá enchendo o saco essa noverla que parecia ser boa, mas não passa de outro enrêdo com recheio de vento.

Deixe seu comentario aqui: