5 tratamentos que ajudam a combater à calvíce

combater à calvíce

Para muitos homens a queda de cabelo é um grande pesadelo pois acaba mexendo com a auto-estima dos mais vaidosos , a diminuição dos fios e a quantidade deixa visível o couro cabeludo dando a aparência de mais idade que a pessoa realmente possui.

Os primeiros sinais da calvíce costumam ser lentos mas com o tempo é possível ver nitidamente as falhas e justamente nesse início é que se deve procurar um dermatologista para buscar o melhor tratamento para combater a queda de cabelo.
É mais do que normal perder diariamente até 100 fios cabelo,mas se eles caírem excessivamente por mais de 2 a 3 meses, é preciso procurar ajuda médica.
Os fios caem rapidamente e começam a afinar, quando a pessoa percebe diminuição de volume, presença de falhas ou rarefação capilar em algumas áreas do couro cabeludo.
os homens são os mais afetados pela calvície e a principal causa é hereditária, em função de uma doença conhecida como  Alopecia Androgenética. Quando isso acontece, existe maior sensibilidade à ação hormonal da diidrotestosterona (ativo do hormônio testosterona formado na próstata e nos testículos),  que acelera o afinamento dos fios e queda mais constante e o pior: os fios não voltam mais. Podemos destacar ainda a seborréia , a deficiência de ferro na alimentação, falta de vitaminas, alteração de funcionamento da glândula tireoide, estresse, e algumas doenças auto imunes costumam causar a queda de cabelos. Existem vários tratamentos capazes de reverter essa situação hoje separei 5 tratamentos que ajudam a combater a calvíce.Confira abaixo quais são :

 

  • 1- Fotobioestimulação por meio do LED (sigla para Luz Emitida por Diodo): é um laser de baixa potência desenvolvido para tratamento de estímulo capilar por meio do prolongamento do ciclo de vida dos fios. É indicada para  pessoas com queda acelerada e em maior quantidade do que o normal. É não-invasivo, indolor, com duração de apenas 20 a 30 minutos por sessão e que não apresenta efeitos colaterais.

 

  • 2- Peeling Capilar: combate a descamação e oleosidade no couro cabeludo. Após a limpeza, o resultado dos tratamentos tópicos é potencializado, além de reduzir a inflamação decorrente da oleosidade, que auxilia no processo de perda capilar.

 

  • 3- Indradermoterapia: consiste em injeções de minoxidil, D-pantenol e fatores de crescimento. Coadjuvante do tratamento clínico, por ser injetável, propicia efeito mais rápido na interrupção da queda. O minoxidil é um medicamento vasodilatador, que tem como efeito secundário o crescimento de pelos. Já o D-pantenol é um ativo presente normalmente na pele e no cabelo, que age fios mais espessos.

 

  • 4- Xampus especiais de combate à oleosidade: são indicados para os pacientes que apresentam perda capilar associada à dermatite seborreica/caspa. Loções que trazem em sua formulação a substância minoxidil (que prolonga a fase de crescimento dos fios) é indicada para as pessoas que estão no início do processo da calvície.
  • 5- Finasterida (comprimidos à base de inibidores da enzima 5-alfa-redutase): esse medicamento de uso oral, aprovado pela Food and Drug Administration EUA (FDA) ,  evita que os cabelos afinem e é para o tratamento da perda de cabelo nos homens e mulheres. A enzima 5-alfa-redutase  acelera a transformação do hormônio masculino, testosterona,  em Diidrotestosterona (DHT), fator principal que acelera a calvície entre os homens, por isso a substância inibe sua ação.

 

 

fonte :cabeleireiros/ DOM Medicina Personalizada

 

 

Deixe seu comentario aqui: